Created with Snap
carro usado ou seminovo

Carro usado ou seminovo? Conheça as principais diferenças!

Na hora de comprar de um carro, existem clientes com diferentes necessidades e bolsos, por isso também é comum que exista uma dúvida bastante natural entre carro usado ou seminovo. Ambos contam com uma grande oferta no mercado e, especialmente em tempos de incertezas econômicas, são muito procurados por quem precisa de um automóvel, mas não quer gastar muito.

Para quem não abre mão da liberdade e autonomia oferecida por um carro, é importante saber qual é a diferença entre essas duas categorias para que seja possível fazer a melhor escolha. Por ser um passivo financeiro, ou seja, um item que gera gastos, toda ponderação é muito bem-vinda.

Quer saber mais sobre carro usado ou seminovo? Selecionamos as principais dicas para você fazer a melhor escolha dentro das suas condições e necessidades. Confira!

As diferenças entre carros seminovos e usados

Muitos consideram ambos os termos como sinônimos, afinal, um carro seminovo também já foi usado pelo seu proprietário anterior. Entretanto, o mercado estabeleceu distinções entre esses dois tipos de veículos que servem de base para que o comprador tenha mais ciência sobre aquilo que quer e levará para a sua garagem.

Conhecer as diferenças entre eles é uma tarefa essencial para quem está à procura do seu primeiro ou próximo carro. A boa notícia é que há sempre boas oportunidades para quem precisa estar motorizado, mas não está disposto a alocar uma quantia elevada de dinheiro em um modelo 0km.

Como identificar um veículo seminovo?

Os veículos seminovos se diferenciam pela idade e quilometragem, que são menos avançadas. De acordo com a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), podem ser considerados seminovos os veículos que rodaram até 20 mil quilômetros, contam com três anos de idade ou menos e apenas um dono.

Leia também:  Gol MPI 1.0 2019 Ficha Técnica e Principais Características

Muitos desses veículos preservam até mesmo o cheiro de carro novo, conservação similar a do 0km com a vantagem de custar bem menos, pois a depreciação dos primeiros anos costuma ser muito alta. Ou seja, é uma boa oportunidade para quem busca um veículo em ótimas condições sem precisar gastar muito por isso.

Inclusive, não é raro que esses veículos ainda estejam na garantia, o que representa uma vantagem extra. Mas fique atento se as revisões foram feitas na rede de concessionárias, pois a falta de manutenção ou a ida a oficinas independentes pode comprometer a garantia.

Quais as características dos carros usados?

São veículos que já estão em seus segundos, terceiros, ou que já tiveram até mais donos que isso. A idade é superior a três anos e a quilometragem pode ser bastante superior aos 20 mil mencionados no tópico anterior, pois não há exatamente um limite máximo para esses atributos.

Também são mais difíceis de serem encontrados em boas condições de conservação e procedência, por isso será exigido uma busca mais refinada e sem pressa para você achar um modelo que represente um bom negócio. Mas eles existem, pois uma parte significativa dos proprietários costuma ser bastante zelosa.

A conservação deve ser observada de forma mais detalhada, pois engloba lataria, estofamento e principalmente a mecânica do veículo. Normalmente o comprador opta por um carro usado por estar com restrições no orçamento, portanto, não vale a pena pegar um veículo que você terá que gastar dinheiro para deixar em condições aceitáveis e que ainda passará longas temporadas em oficinas.

carro usado ou seminovo

O que mais deve ser observado antes de comprar um carro usado ou seminovo?

Manutenção

Como já mostramos, o estado de conservação desses veículos costuma variar bastante e, por isso, você deve ter em mente quanto será gasto para fazer as revisões de rotina e também consertos mais complexos. Para isso, você deve fazer a cotação das peças, avaliar a facilidade para encontrá-las bem como a disponibilidade de mão de obra qualificada.

Leia também:  Afinal, quem tem direito à isenção de IPVA? Descubra!

Os veículos nacionais, de marcas mais tradicionais, costumam levar vantagem em relação a esse ponto. Por outro lado, veículos importados, com menos exemplares no país e mais equipados tendem a dar mais trabalho para os profissionais e também para que sejam encontradas as peças de reposição, além de serem mais caras.

Muitas pessoas aproveitam o orçamento apertado para comprar usados mais bem equipados, às vezes até mesmo modelos de luxo, mas esse tipo de escolha deve considerar os altos custos para a manutenção desses veículos. Se esse tipo de carro quebrar e você não tiver condições de consertar, ele ficará um bom tempo parado e pode ser que você tenha que vender por uma fração do valor que pagou.

Documentação

Quando um carro não é novo, pode ser que existam diversos fatores em seu histórico que tendem a ser problemáticos no futuro. É por meio de uma análise detalhada sobre a documentação que você saberá se há multas, atrasos na documentação, sinistros ou qualquer tipo de processo envolvendo o veículo.

Para isso ser feito de forma ainda mais completa, veja se o número gravado no motor e no chassi são condizentes com o que consta da documentação. É a melhor maneira de evitar problemas futuros e não hesite em desistir da compra caso verifique alguma informação suspeita, com a ciência de que é justamente em razão de irregularidades que essas “oportunidades” soam como as mais atraentes.

Avaliação

Consulte um mecânico de confiança para passar um veredito sobre a possível compra, pois ele certamente saberá informar de forma técnica se é ou não um bom negócio. Esse tipo de profissional sabe identificar se os selos estão nos lugares adequados, se há folgas no motor e se o veículo foi bem cuidado até chegar a você ou não.

Leia também:  Porte de CNH e CRLV pode deixar de ser obrigatório no Brasil

Dessa forma, você saberá se vale a pena fechar o negócio, pois muitas vezes a empolgação ou senso de urgência impedem que seja feita uma avaliação totalmente racional sobre a compra, como é recomendado. Seja um carro usado ou seminovo, ao ser criterioso você valorizará o seu dinheiro e garantirá a sua tranquilidade!

Gostou das nossas dicas? Assine a nossa newsletter e receba novos artigos como esse na sua caixa de e-mail!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

você também pode gostar de:

© 2021 Blog Unidas Seminovos - Todos os direitos reservados