Created with Snap
como identificar um carro roubado

Você sabe como identificar um carro roubado? Confira 5 formas!

Comprar um veículo usado requer muitos cuidados para evitar aborrecimentos posteriores, principalmente se você negociá-lo em locais cuja procedência é difícil saber. No entanto, existem, sim, algumas formas de descobrir como identificar um carro roubado.

O fato é que os crimes relacionados a roubo de carros no Brasil aumentaram, e todo o cuidado é pouco na hora de adquirir o seu. Alguns locais facilitam a negociação, como leilões e feiras. No entanto, algumas surpresas desagradáveis podem chegar algum tempo depois, e um preço mais em conta não compensará os transtornos.

Sendo assim, para que você se proteja no momento da transação, separamos algumas dicas de como identificar um carro roubado. Fique conosco e confira!

1. Consulte pelo Renavam ou pela placa do carro

A primeira medida para se certificar sobre a idoneidade do vendedor de um veículo seminovo ou usado é fazer uma consulta pelo Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores). Trata-se de uma garantia que deve ser feita no Detran do estado onde o carro foi registrado.

Se você consultar o portal do Denatran, também será possível fazer essa verificação. No caso de placas adulteradas ou falsas, é possível constatar a irregularidade antes mesmo de fechar o negócio.

2. Verifique a documentação

Para saber se os dados que constam no Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) são verdadeiros, algumas dicas são essenciais. Veja quais são:

  • cheque a numeração dos vidros (que deve ser a mesma do chassi, geralmente localizado em um ponto de fácil acesso): veja se confere com os números que constam no documento do carro. Caso não haja números gravados nos vidros, é possível que eles tenham sido trocados, não significando, porém, que seja uma adulteração;
  • observe o CRLV: ele deve conter as expressões “Contran”, “Denatran”, “Ministério da Justiça” e “República Federativa do Brasil” impressas em alto relevo. Na falta delas, o documento não é original. As filigranas (traços coloridos) que fazem parte do CRLV devem ser também observadas;
  • confira a tinta do papel: fazer um teste com a tinta do documento é uma boa medida. Para isso, esfregue o documento em um papel branco – se soltar tinta, é praticamente certo que se trata de uma falsificação;
  • compare o documento: para isso, tenha em mãos outro que você tem a certeza de ser original e analise os dois, um do lado do outro.
Leia também:  Banco de couro no carro: saiba quais são os 4 benefícios reais

3. Acesse o aplicativo do Sinesp

O Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública (Sinesp) disponibiliza, para consulta pública, o Sinesp Cidadão, um aplicativo do Ministério da Justiça cujo objetivo é garantir que a sociedade tenha acesso a informações voltadas à cidadania.

Dentre as várias funcionalidades do app, existe uma lista de criminosos procurados, para que, caso alguém tenha informações importantes, possa fazer uma denúncia. Outra função desse serviço é a possibilidade de comunicar infrações, como pichações, má utilização da iluminação pública, depósito de lixo em locais irregulares, entre outros.

Porém, o que mais nos interessa é que o Sinesp Cidadão nos permite denunciar roubo ou furto de carros. Trata-se de uma comunicação de extrema importância, visto que o aplicativo é utilizado em âmbito nacional, e tais informações são repassadas para as autoridades competentes, facilitando, dessa forma, a localização do veículo roubado, mesmo que ele tenha sido encontrado em um local diferente daquele em que aconteceu o roubo.

Por fim, é um aplicativo muito útil, em especial para quem está comprando um carro e tem dúvidas sobre a sua procedência. Acessando esse serviço, é possível certificar-se de que não se trata de um veículo roubado.

Se você se interessou, o aplicativo pode ser baixado em dispositivos móveis com sistemas iOS e Android.

como identificar um carro roubado

4. Desconfie de preços muito baixos

Se você tem uma noção de quanto está custando determinado modelo de carro, desconfie se o preço estiver muito abaixo do praticado no mercado. Isso pode ser um indício de que algo está errado, afinal, ninguém quer perder dinheiro na venda de um veículo, certo?

No entanto, outros motivos podem apontar para preços mais em conta, como a necessidade de uma venda urgente. Logicamente, nem sempre um preço mais baixo pode significar um carro roubado. Mas sempre desconfie!

Leia também:  Meu primeiro carro: saiba por que escolher um seminovo!

Uma boa dica é avaliar a tabela Fipe, atualizada mensalmente. Nela, podemos encontrar os preços-base para veículos usados e seminovos. Apesar de existirem diferenças entre a tabela e alguns preços praticados no mercado, ainda assim é possível ter uma boa noção.

Na dúvida, desconfie e faça prevalecer o bom senso diante de uma facilidade muito grande. Uma pessoa que tenha pressa na venda de determinado veículo pode até dar algum desconto — no entanto, para isso, também existe um limite.

5. Analise as peças do veículo

Examinar alguns componentes do veículo é essencial para saber se sofreram adulteração. Ocorre, na maioria das vezes, para eliminar qualquer vestígio que possa identificar um veículo roubado.

Veja as principais peças que devem ser verificadas!

  • Placa do carro: verifique o lacre desse componente e observe se o seu padrão de furos condiz com o correto (dois furos pequenos em cima e um rebite embaixo);
  • Motor: observe se a numeração gravada no motor está bem alinhada e legível (alguns sinais podem apontar adulteração, como lixamento, desalinhamento e outras modificações);
  • Outros itens: determinadas peças do carro que não são trocadas com frequência têm a data da fabricação impressa. Dentre elas, podemos citar cinto de segurança, radiador, rodas e vidros. Em algumas situações, há a necessidade de troca, como é o caso dos vidros em uma batida. Portanto, quando há uma diferença muito grande entre esses itens, relacionada a alguma identificação, desconfie.

Como você conferiu neste conteúdo, existem várias formas de saber como identificar um carro roubado. No entanto, a segurança maior está em quando você busca uma revendedora como a Unidas Seminovos, que disponibiliza uma boa variedade de modelos e o melhor: tendo a certeza de estar negociando com uma empresa idônea e com ótimas referências de mercado!

Leia também:  Sedan ou hatch: saiba escolher o tipo de carro ideal para você!

Gostou das dicas? Agora, comece praticando a principal delas: escolha o seu próximo carro na Unidas Seminovos, onde todos os veículos têm garantia de procedência e quilometragem verificada por testes rigorosos. Na Unidas Seminovos, você sabe que pode confiar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

você também pode gostar de:

© 2021 Blog Unidas Seminovos - Todos os direitos reservados