Created with Snap
pode dirigir de chinelo ou descalço

Pode dirigir de chinelo ou descalço? Saiba o que diz a lei!

“Moro num país tropical, abençoado por Deus e bonito por natureza”, já dizia a canção de Jorge Ben Jor. Entre as principais características do nosso tropical Brasil está a alta temperatura, que predomina na maior parte dos dias do ano.

Por isso, não é incomum encontrar muitas pessoas de chinelo pelas ruas. O que muita gente não sabe é que essa mesma lógica não se aplica no trânsito e algumas peças podem gerar multas e sanções.

Pode dirigir de chinelo ou descalço? Depende, já que, no trânsito, algumas regras devem ser seguidas para o bem comum. Continue a leitura do artigo para saber mais!

Pode dirigir de chinelo ou descalço?

Apesar de ser rotineiro na vida de muitas pessoas, o ato de dirigir exige atenção e cuidado. Isso envolve, por exemplo, verificar se você está com o calçado apropriado para conduzir o veículo, com segurança e obedecendo às legislações vigentes.

Sendo assim, você pode dirigir de chinelo ou descalço? Essa pergunta tem diversas ramificações. Afinal, não basta apenas dizer se é proibido ou não, mas também esclarecer as possíveis sanções que cada motorista pode ter que enfrentar.

Para facilitar, detalhamos cada um dos casos e também mostramos o que a lei diz sobre o uso de outros calçados ao volante.

Posso dirigir descalço?

O Código Brasileiro de Trânsito versa sobre o tema. Segundo o artigo 352, a pessoa flagrada dirigindo com sapatos que não estejam firmes em seus pés, ou que prejudiquem a utilização adequada dos pedais está cometendo uma infração. A gravidade dessa infração é média, mas obriga motoristas a arcarem com multas e punições na carteira de habilitação. Hoje, a punição é de 4 pontos na CNH, acompanhada de uma punição financeira de R$ 130,16.

Assim, dirigir com o sapato inadequado não só compromete a sua segurança e de todos os motoristas e pedestres ao redor, mas também impacta negativamente o seu bolso. Contudo, é preciso esclarecer duas situações: conduzir descalço e de chinelo.

Sendo assim, dirigir descalço é proibido? Não, não é, como afirma a própria legislação de trânsito. Assim, se você se surpreender com uma blitz e estiver com os pés de fora enquanto conduz o veículo, não é preciso se preocupar. Nesse caso, você não leva multa nem qualquer outra punição. Mas isso só vale para carros: motociclistas devem utilizar calçados totalmente fechados ou terão que arcar com as consequências.

Por isso, se a temperatura estiver alta (como geralmente ocorre em nosso país), saiba que você pode dirigir descalço sem problema. Essa opção é até mesmo a preferida de muitas pessoas, já que, em teoria, os pés entram em contato direto com o pedal e a resposta é mais precisa.

Porém, é preciso entender que dirigir sem qualquer calçado pode ter um efeito negativo: talvez você não tenha a aderência necessária aos pedais, o que pode facilitar escorregões e falhas na hora de acionar os mecanismos.

Portanto, caso você se sinta confortável, pode dispensar o calçado. Porém, a atenção deve ser redobrada, já que os seus pés podem não pressionar os pedais adequadamente.

Pode dirigir de chinelos ou saltos altos?

Já no caso dos chinelos, não há conversa: é terminantemente proibido. Isso vale para aqueles modelos de dedo, mas também para sandálias, tamancos ou quaisquer outros calçados que não tenham suporte atrás dos calcanhares — afinal, eles não se firmam adequadamente nos pés.

Outra dúvida frequente é em relação aos saltos altos, já que esse calçado é um dos preferidos das mulheres. Alguns modelos, como anabela, princesa e stiletto podem provocar acidentes, uma vez que eles limitam a flexão dos tornozelos e prejudicam a sensibilidade.

Quando isso ocorre, o calcanhar não encosta no chão. Assim, motoristas perdem a estabilidade na hora de trocar de pedais e correm até mesmo o risco de enroscar o sapato no tapete do veículo. Por isso, tal como ocorre com o chinelo, pilotar de salto alto é proibido.

E quanto aos outros calçados?

Chinelos e saltos altos devem ser riscados da sua lista como opções na hora de dirigir. Todo o resto é permitido, como tênis, sapatilhas e aquelas sandálias do tipo papete. Os tênis, inclusive, são os calçados perfeitos para guiar, uma vez que não escorregam, aderem bem aos pés e são confortáveis.

As sapatilhas também estão liberadas e, assim como os tênis, são confortáveis e oferecem uma boa experiência na hora de pilotar. Já as sandálias estilo papete, ao contrário dos modelos sem alças traseiras, se fixam bem aos pés e não comprometem a utilização dos pedais.

Outra curiosidade que também surge sobre a etiqueta ao volante tem a ver com a possibilidade de dirigir sem camisa. A prática também é permitida, de acordo com o artigo 252 do CTB. Contudo, mesmo sem ela, o cinto de segurança é obrigatório!

pode dirigir de chinelo ou descalço

Afinal, quais são os calçados ideais para dirigir?

Na hora de dirigir, a segurança deve ser tão priorizada quanto a beleza do visual. Assim, um calçado adequado é aquele que garante ao motorista não só o conforto, mas a proteção necessária para que ele tome todas as ações e realize as manobras necessárias sem sofrer sustos.

Um sapato ideal para dirigir é aquele que fique realmente firme nos pés e possibilite a pressão adequada nos pedais de freio e de aceleração. Com base nessa recomendação, saltos altos e chinelos com tiras já seriam eliminados mesmo se não fossem proibidos pela legislação.

Não é tão difícil assim entender o porquê de esses calçados serem perigosos para a boa condução. Sapatos que acabam se soltando com facilidade ou que dificultam o contato direto com o pedal atrapalham muito na hora de acionar o mecanismo.

Isso pode ser trágico em situações nas quais motoristas precisam agir rápido no trânsito, principalmente em áreas movimentadas. Nem mesmo os carros de luxo estão imunes a acidentes causados por condutores pilotando de chinelo.

Portanto, para evitar não só os acidentes, mas também multas e sanções pesadas em sua carteira de habilitação, não arrisque. Você pode até dispensar os calçados em dias mais quentes — mas, nos outros dias, priorize calçados fechados e confortáveis.

Agora que você já sabe se pode dirigir de chinelo ou descalço e está ciente das punições que pode sofrer, ficou mais fácil evitar as multas, não é mesmo? Cumpra essas regras para que a sua CNH seja poupada de advertências assustadoras — e para que o seu seminovo passe longe dos acidentes.

E aí, curtiu o artigo e quer mostrar essas dicas para seus amigos? Então, não deixe de compartilhar o conteúdo em suas redes sociais e marcar todo mundo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

você também pode gostar de: