Created with Snap
Sistema Isofix: tire agora suas dúvidas sobre o assunto

Sistema Isofix: tire agora suas dúvidas sobre o assunto

A segurança é prioridade no trânsito, e quando envolve o transporte de crianças devemos ser ainda mais rigorosos quanto à escolha dos acessórios. Tudo deve estar de acordo com a lei, garantindo assim, viagens e trajetos seguros e tranquilos.

Neste artigo, vamos falar sobre o sistema Isofix, que é o acessório responsável por fixar as cadeiras infantis no carro. Trata-se de um método que prende as cadeiras de crianças pequenas diretamente no chassi do automóvel, tornando-o muito seguro.

Tem interesse no assunto? Então, continue a leitura!

O que é o sistema Isofix?

Sistema Isofix: tire agora suas dúvidas sobre o assunto

O sistema Isofix de fixação de cadeirinhas infantis é encontrado, geralmente, em veículos de alto padrão e serve tanto para as cadeirinhas quanto para o bebê conforto. Tal acessório torna as viagens que incluem crianças muito mais tranquilas, visto que não há possibilidade da cadeira se desprender diante de uma colisão de veículos, por exemplo.

Ele foi criado para facilitar a instalação das cadeiras para crianças. Diante disso, ficou muito mais simples e rápida a fixação no veículo, já que a cadeira fica presa à carroceria. Dificilmente haverá erros na instalação do sistema Isofix. É necessário, no entanto, que a cadeirinha e o sistema estejam nos mesmos padrões do carro para que ela se encaixe adequadamente.

Quando comparamos os outros sistemas de fixação de cadeiras de crianças encontradas no mercado, como o cinto de segurança comum, por exemplo, o Isofix é bem mais seguro. Isso porque, quando usamos o cinto de segurança, as cadeirinhas ficam soltas até que o sistema de retenção do acessório entre em funcionamento, que é quando ele trava.

O que verificar antes de comprar uma cadeirinha com Isofix?

Antes de mais nada, é preciso saber que muitos veículos não têm o sistema. Por isso, é necessário saber se o seu carro tem os ganchos de Isofix, que ficam localizados entre o encosto e o assento do banco traseiro. Depois, verifique se o carro tem uma alça metálica superior, chamada de top-tether — localizada atrás do encosto da cabeça ou na parte de trás dos bancos.

Como o sistema Isofix funciona?

Primeiramente, saiba que, como estamos falando de um sistema, é preciso que tanto a cadeirinha quanto o carro estejam padronizados para se encaixarem a ele. Assim, a instalação pode ocorrer sem problemas.

O sistema envolve três pontos que ligam a cadeirinha ao carro. Dessa forma, a cadeira infantil se encaixa a partir de uma espécie de alavanca que se encontra em cada um dos lados do local inferior. Para ter a certeza de que o sistema está bem instalado, é necessário ouvir um click, que é quando a cadeira se encaixa ao carro. É possível também visualizar uma linha verde que aparecerá na estrutura da cadeira, se estiver encaixada do jeito certo.

Existe também a chamada ancoragem superior instalada no porta-malas ou na parte de trás do banco, que dará sustentação à cadeira infantil. É chamado Isofix universal, já que pode ser usado em qualquer veículo que o possui.

Da mesma forma, há o sistema semiuniversal, que ocorre quando o terceiro ponto é fixado no assoalho do carro, entre o banco da frente e o de trás. Ele só pode ser utilizado em veículos que já dispõem do sistema.

Quais os benefícios do sistema Isofix?

Quais os benefícios do sistema Isofix?

Alguns benefícios se destacam quando optamos pelo sistema Isofix. Veja quais são:

  • facilidade de uso: ele foi projetado pensando em simplificar a instalação das cadeiras infantis nos automóveis. Seu sistema é bem mais simples do que o cinto de três pontos. O fato é que você não precisa passar muito tempo tentando encaixar a cadeirinha de seu filho, basta apenas encaixá-la no local previamente indicado e ouvir o click;
  • segurança: o mais importante, porém, é que o sistema Isofix garante uma segurança bem maior que os demais acessórios. Isso porque dá firmeza e maior estabilidade às cadeiras infantis, impedindo solavancos e que elas balancem muito;
  • conforto: assegura bem-estar para as crianças e tranquilidade para os pais, devido à segurança que o sistema garante.

Quando ele se tornou obrigatório?

Quando falamos em itens de segurança para o carro, nota-se que o mercado brasileiro demonstra um atraso significativo em relação a outras regiões do mundo, como EUA e Europa.

Os Estados Unidos têm um sistema similar ao Isofix, denominado Latch, que é um equipamento obrigatório em automóveis desde 2003.

Já na Europa o item é o mesmo utilizado por aqui, e a lei obriga que os fabricantes de carro incluam o Isofix desde 2013. No Brasil, isso só se tornou obrigatório em 2018. Para os modelos que já estão rodando, a lei impôs um prazo de adequação, que foi até 2020.

Qual a diferença entre Isofix e Latch?

No sistema Isofix, como já falamos, a cadeirinha é fixada em dois terminais rígidos de ancoragem fixados na carroceria do automóvel. Existem diversificações quanto ao terceiro ponto, que pode ser preso na parte superior (top-tether) ou no assoalho.

Quanto ao Latch, o sistema americano usa ganchos para que as cadeiras sejam fixadas por tiras flexíveis. São necessários três pontos de ancoragem, daí a necessidade de o veículo ter o top-tether.

Quais são as regras para o transporte seguro de crianças conforme a faixa etária?

Quais são as regras para o transporte seguro de crianças conforme a faixa etária?

O Contran estipula algumas condições de segurança que envolvem o transporte seguro de crianças no interior dos veículos:

  • bebês de até um ano de idade precisam usar de forma obrigatória o dispositivo de retenção denominado bebê conforto ou conversível;
  • crianças acima de um ano de idade e inferior ou igual a quatro anos devem, obrigatoriamente, usar o dispositivo de contenção denominado cadeirinha;
  • as que possuem idade acima de quatro anos e menor ou igual a sete anos e meio devem usar o acessório denominado banco de elevação;
  • crianças com idade acima de sete anos e meio e inferior ou igual a dez anos precisam obrigatoriamente utilizar o cinto de segurança do automóvel.

Como transportar crianças no carro com cadeirinha?

1. Os tipos de cadeirinhas

Foram desenvolvidas diferentes modalidades de assentos especiais para transportar crianças dentro dos veículos. São eles:

  • bebê-conforto: suporta até 10 ou 15 kg, dependendo do modelo, sendo ideal para o primeiro ano de vida. Nele, o bebê fica virado para a traseira do carro, pois isso evita fortes impactos no pescoço;
  • cadeirinha: o assento, dessa vez virado para a frente do automóvel, é usado para as idades de 1 a 4;
  • banco de elevação: utilizado para crianças que não têm tamanho suficiente para ajustar o cinto de segurança corretamente.

2. Onde colocar a cadeirinha

Segundo a legislação, só podem andar no banco da frente crianças com mais de 10 anos de idade. Os mais novos devem, portanto, ser transportados na parte traseira — a menos que seja um veículo de dois assentos, como picapes.

Quanto à cadeirinha, ela deve ser alocada no banco atrás do passageiro, para que o motorista consiga manter contato visual com a criança, caso necessite.

3. A forma correta de prender a cadeirinha

Para entender como transportar crianças no carro com segurança, é preciso conhecer as formas de deixar as cadeirinhas bem presas. Esse processo irá depender do modelo, mas, em geral, existem duas alternativas:

  1. com o cinto de segurança: em dispositivos mais antigos, esta é a forma ideal. É preciso fixá-la com o auxílio do cinto, verificando sempre se, de fato, está bem presa;
  2. com ganchos do próprio veículo: modelos mais novos contam com a tecnologia do sistema ISOFIX, que se encaixa aos ganchos ligados diretamente à estrutura do carro.

Não respeitar algumas dessas regras impostas é considerado infração gravíssima segundo o CTB (Código de Trânsito Brasileiro). O condutor pode levar multa e penalidade de sete pontos na CNH.

Conduzir um veículo com crianças no seu interior é uma atitude que precisa de medidas cautelosas e que as preservem em caso de acidentes. O sistema Isofix é uma boa solução e garante mais tranquilidade nos trajetos.

E aí, gostou das informações? Então compartilhe este texto nas suas redes sociais para que todos conheçam mais sobre as cadeirinhas infantis e o sistema Isofix. Até a próxima!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

você também pode gostar de: